Guarda-roupa de casal: aprenda tudo sobre este assunto e tome a melhor decisão na hora de escolher um!

VAMOS DAR DIVERSAS DICAS E INFORMAÇÕES PARA AJUDAR NA ESCOLHA DA MELHOR OPÇÃO DE GUARDA-ROUPA DE CASAL

POR TAMIRES CRISCIO

revista-dell-ambiente-ma das escol­has mais impor­tantes para um casal que está mobil­ian­do sua casa ou seu aparta­men­to é qual o guar­da-roupa de casal ide­al.

Isso porque é nesse móv­el que estará a maio­r­ia dos seus per­tences, e onde dev­erá estar armazena­do e orga­ni­za­do de for­ma jus­ta tan­to as coisas de um como as do out­ro, assim como as de uti­liza­ção comum.

O guar­da-roupa de casal deve ser extrema­mente práti­co e, ideal­mente, deve apre­sen­tar uma for­matação dupli­ca­da para garan­tir a mes­ma estru­tu­ra para as duas pes­soas, e ain­da uma estru­tu­ra difer­en­ci­a­da para rece­ber out­ros per­tences em comum, tais como as roupas de cama e de ban­ho.

Por isso, para escol­her um guar­da-roupa de casal ide­al é pre­ciso seguir alguns pas­sos impor­tantes. Mostraremos um pas­so a pas­so para se realizar essa escol­ha.

Passo a passo para escolher um Guarda-roupa de casal ideal

Para escol­her o guar­da-roupa de casal ide­al é pre­ciso ded­i­cação e plane­ja­men­to, pois esta é uma questão impor­tante que pode definir de for­ma con­sid­eráv­el o dia a dia do casal.

Se o guar­da-roupa for escol­hi­do com cuida­do, aten­derá a todas as fun­cional­i­dades necessárias para o casal.

Veja a seguir o pas­so a pas­so para a escol­ha do guar­da-roupa de casal:

Primeiro passo: saiba qual é o real espaço para receber o guarda-roupa de casal

Primeira­mente, é impor­tante definir em qual local o guar­da-roupa de casal será posi­ciona­do. Em um lar com mais de um quar­to, ele não pre­cisa estar nec­es­sari­a­mente no dor­mitório; uma parede pode ser sele­ciona­da para rece­bê-lo.

Se cada par­ceiro tem uma roti­na difer­ente e acor­da em horários difer­entes, é até mel­hor que o guar­da-roupa fique em out­ro local, dan­do mais liber­dade para quem está acor­da­do e para quem está dor­min­do. Essa é uma opção para ser pen­sa­da com cuida­do e con­sid­er­ação.

Depois de definido o quar­to, meça com uma tre­na as dimen­sões e mar­que-as com fita crepe no chão. Como a maio­r­ia dos guar­da-roupas é, hoje em dia, desmon­táv­el, não há tan­ta neces­si­dade de se pre­ocu­par se vai entrar ou não no lar.

Com as medi­das do espaço e do móv­el ano­tadas, pro­cure iden­ti­ficar se o local escol­hi­do é o ide­al. Para isso, observe a aber­tu­ra de por­tas e gave­tas, tan­to as do móv­el quan­to as do ambi­ente, caso exis­tam.

Segundo passo: defina tudo o que o guarda-roupa de casal deverá receber

O segun­do pas­so é definir tudo o que o guar­da-roupa dev­erá rece­ber. Mes­mo sendo de qual­i­dade, o guar­da-roupa tem um suporte máx­i­mo de peso que, se for ultra­pas­sa­do, pode enfraque­cer e até mes­mo que­brar.

Por isso, a mel­hor solução é aderir a um guar­da-roupa com a mes­ma quan­ti­dade de por­tas e com uma for­matação dupli­ca­da para que cada um ten­ha a mes­ma pro­porção de espaço.

Para um casal, é recomendáv­el inve­stir em um guar­da-roupa com no mín­i­mo seis por­tas.

Terceiro passo: pense na qualidade e no acabamento do guarda-roupa de casal

Ago­ra, no ter­ceiro pas­so, chegou a hora de escol­her o móv­el. Se o casal pen­sa em uma solução tem­porária, pode inve­stir em um guar­da-roupa de casal mais bara­to; se for algo duradouro, deve inve­stir em um de exce­lente qual­i­dade.

Além dis­so, é pre­ciso escol­her o acaba­men­to. Se cada uma das partes tem um gos­to, é pre­ciso chegar ao meio-ter­mo e com­prar um guar­da-roupa mais sim­ples e sem tan­tos detal­h­es.

O guar­da-roupa de casal tam­bém deve ser pen­sa­do para com­por a dec­o­ração do local e, por isso, o acaba­men­to pre­cisa ser lev­a­do em con­ta quan­do com­para­do com os out­ros ele­men­tos do ambi­ente.

Quan­to aos mate­ri­ais, os de madeira maciça são os mais duradouros e tam­bém os mais caros; já os de MDF apre­sen­tam difer­entes níveis de qual­i­dade com alta dura­bil­i­dade.

Quarto passo: divisões e espaços internos do guarda-roupa de casal

Chegou a hora de anal­is­ar a parte inter­na. Pense que o guar­da-roupa deve ser fun­cional e ter espaço bem difer­en­ci­a­do para aco­modar tudo o que você pre­cis­ar.

Por isso, no pas­so 2 sug­e­r­i­mos a iden­ti­fi­cação de tudo que será pre­ciso colo­car, pois ago­ra deve haver uma dis­posição de divisões para as difer­entes peças do ves­tuário do casal.

Se o quar­to não tiv­er cômo­da, o guar­da-roupa de casal dev­erá ter várias gave­tas para aco­modar itens mais del­i­ca­dos e mais pesa­dos.

Se o casal têm muitas roupas de fes­ta, como vesti­dos e con­jun­tos de ter­nos e de calças, dev­erá pos­suir um cabideiro mais lon­go.

Quinto passo: cores, estilo e design

Por fim, chegou a hora de escol­her o mod­e­lo do guar­da-roupa. Hoje em dia há tan­ta var­iedade que é pos­sív­el encon­trar os mais diver­sos mod­e­los de guar­da-roupa. Aqui vamos pas­sar alguns tipos entre os quais você pode escol­her:

 

Guarda-roupa de casal com espelho

Ter um guar­da-roupa de casal com espel­ho é uma das mel­hores escol­has que um casal pode faz­er, porque vai dar para se arru­mar sem prob­le­mas. O ide­al para um casal é o mod­e­lo com dois espel­hos, um para cada um.

 

Guarda-roupa de casal com porta de correr

Este tipo de guar­da-roupa traz algu­mas van­ta­gens e tam­bém desvan­ta­gens. Em relação às van­ta­gens, ocu­pa menos espaço. Já em relação às desvan­ta­gens, é mais del­i­ca­do e pode ser que­bra­do mais facil­mente, pois as por­tas pre­cisam estar total­mente livres para cor­rer.

 

Guarda-roupa de casal minimalista e essencial

Este guar­da-roupa de casal é para aque­les que pri­or­izam out­ras coisas em vez de muitas peças de roupas, mesa e ban­ho. Este guar­da-roupa pode ser menor e, por­tan­to, ter menos divisões. Por rep­re­sen­tar um esti­lo de vida, é recomen­da­do somente para casais que são mais min­i­mal­is­tas e essen­cial­is­tas.

 

Guarda-roupa de casal com muitas divisões

Há quem pre­fi­ra um guar­da-roupa de casal com muitas divisões e com mais opções do que as partes tradi­cionais, como os cabideiros. Essas divisões são mais especí­fi­cas e podem abri­gar acessórios, pro­du­tos de beleza e suportes especí­fi­cos.

 

Guarda-roupa de casal modular

Este tipo de guar­da-roupa de casal veio para sub­sti­tuir e ino­var os mod­e­los tradi­cionais. Ele traz várias pos­si­bil­i­dades, pois é pos­sív­el com­prar módu­los sep­a­ra­dos e editá-los con­forme as neces­si­dades forem surgin­do. Dessa for­ma, é pos­sív­el com­prar gaveteiros, gabi­netes, prateleiras, sap­ateiras e out­ras partes, todas em sep­a­ra­do, e ir mon­tan­do. Essa tam­bém é uma for­ma de econ­o­mizar e inve­stir em mais partes, con­forme a condição finan­ceira.

5 dicas para organizar um guarda-roupa de casal ideal

Mes­mo com o pas­so a pas­so, podem sur­gir algu­mas dúvi­das, por isso sep­a­ramos mais cin­co dicas para colab­o­rar na orga­ni­za­ção do guar­da-roupa e ain­da influ­en­ciar as suas escol­has.

 

Dica 1: Tenha cabideiros em quantidades iguais e com bons cabides

Deixe a mes­ma quan­ti­dade de cabides nas partes de cabideiros e sep­a­re os ter­nos, camisas, calças e vesti­dos, man­ten­do todos pen­dura­dos. Evite com­prar cabides muito volu­mosos.

 

Dica 2: Tenha gavetas com divisórias

Crie divisórias para orga­ni­zar as gave­tas, onde dev­erão estar roupas ínti­mas, meias, roupas de pra­ia, de acad­e­mia, acessórios e tam­bém shorts, saias e camise­tas. Sep­a­re por temas de roupas e tam­bém por roupas de tra­bal­ho, de laz­er e de casa.

 

Dica 3: Organize por estação

Deixe acessíveis as roupas da estação. Você pode até mes­mo com­prar caixas de plás­ti­co para guardar as peças da estação ante­ri­or. Pense nesse com­par­ti­men­to na hora de escol­her o guar­da-roupa de casal.

 

Dica 4: Tenha um sapateiro embutido no guarda-roupa

Dessa for­ma, os sap­atos tam­bém estarão orga­ni­za­dos, evi­tan­do o acú­mu­lo pelo ambi­ente. Você pode ter uma sap­ateira para o dia a dia, per­to da lavan­de­ria, por exem­p­lo, e tam­bém um local para guardar no guar­da-roupa. Opte por guardar os sap­atos em caixas, pois, dessa for­ma, eles sofrem menos des­gastes e tam­bém não sujam out­ras peças.

 

Dica 5: Coloque peças do dia a dia em uma arara

Como o nome já diz, o guar­da-roupa serve para guardar. Então, se você quer ter algo em mãos para o dia a dia, uti­lize uma arara. Nela, é pos­sív­el orga­ni­zar a roupa que será vesti­da no dia seguinte e, dessa maneira, facil­i­tar a roti­na. Além dis­so, essa arara tam­bém pode rece­ber as roupas que já foram usadas e serão lavadas.