A singularidade de Martin Schoeller

O FOTÓGRAFO DESENVOLVEU UMA TÉCNICA PRÓPRIA QUE O FEZ CONHECIDO PELO MUNDO. MARTIN SCHOELLER É CONHECIDO PELOS ADMIRÁVEIS RETRATOS DETALHISTAS DE FAMOSOS E ANÔNIMOS

POR NATHÁLIA FAGOTTI

Nasci­do no ano de 1968 em Munique, Ale­man­ha, Mar­tin Schoeller sem­pre foi influ­en­ci­a­do por fotó­grafos como August SanderBernd Bech­er, e Hilla Bech­er, o que o lev­ou a seguir sua car­reira em Nova Iorque no ano de 1993. Já na famosa cidade, Mar­tin criou uma téc­ni­ca própria para fotogra­far retratos de anôn­i­mos e famosos, cujo pro­je­to ala­van­cou sua car­reira e lhe deu enorme recon­hec­i­men­to pelo mun­do.

Close-up

Assim que chegou em Nova Iorque, Mar­tin Schoeller pas­sou a ser assis­tente da reno­ma­da fotó­grafa Annie Lei­bovitz, onde desen­volveu sua própria téc­ni­ca de retra­to chama­da close-up, um dos seus tra­bal­hos mais pres­ti­gia­dos. O nome dado por ele mes­mo reme­tia à sua for­ma de fotogra­far retratos de pes­soas anôn­i­mas, uma vez que todos eles eram feitos com close, extrema­mente detal­hista, boa ilu­mi­nação, mes­mo ângu­lo e tons muitos semel­hantes. A téc­ni­ca desen­volvi­da por ele mes­mo deu grande acla­mação mundi­al, o que o tornou queri­do entre os famosos do mun­do inteiro e ren­deu bons tra­bal­hos, como por exem­p­lo algu­mas pub­li­cações feitas na Rolling Stones, The New York­er, GQ, Esquire, entre out­ras.

Galeria: Anônimos

Idênticos

Seu segun­do pro­je­to mais con­heci­do é o Iden­ti­cal, pro­je­to em que Mar­tin Schoeller fotografa­va duas pes­soas descon­heci­das entre si, mas que eram extrema­mente pare­ci­das, como se fos­sem gêmeos na vida real. Mar­tin fotografa­va “os gêmeos” na mes­ma posição, luz e um ao lado do out­ro, geran­do ao olhar do espec­ta­dor uma sim­i­lar­i­dade muito grande entre ambas, cau­sa­do pelas car­ac­terís­ti­cas úni­cas exis­tentes nas duas pes­soas. Para esse pro­je­to, Mar­tin fazia alguns ajustes nas pes­soas, como arru­mar o cabe­lo de cer­ta for­ma, faz­er uma maquiagem pare­ci­da com a do out­ro, ter um deter­mi­na­do olhar, etc. Esti­ma-se que Mar­tin Schoeller já fotografou mais de 200 “gêmeos”!

Galeria: Idênticos

Bodybuilders Femininas

Em 2008, Mar­tin Schoeller começou out­ro pro­je­to bem curioso, o Female Body­buildes. Nele, Mar­tin fotografa mul­heres Body­builders que estão em proces­so de com­petição e como lidam com o cor­po, ali­men­tação, saúde men­tal e físi­ca. De acor­do com Mar­tin, ele quis mostrar a vul­ner­a­bil­i­dade que ele enx­er­ga­va nes­sas mul­heres e nes­sa situ­ação em que se encon­travam, para assim, tam­bém con­seguir sen­tir o que esta­va por trás da rígi­da más­cara que esta­va escon­di­da no emo­cional de cada uma. O pro­je­to tam­bém tin­ha como obje­ti­vo mostrar que há sim beleza e fem­i­nil­i­dade em cada uma daque­las mul­heres.

Galeria: Bodybuilders Femininas

Carreira

Com o pas­sar dos anos, Mar­tin Schoeller teve suas obras expostas em museus e gale­rias do mun­do todo. Com o grande recon­hec­i­men­to do seu tra­bal­ho, Mar­tin intro­duz­iu em seu tra­bal­ho retratos de pes­soas famosas, entre elas Barack Oba­ma, Don­ald Trump, Angeli­na Jolie, Brad Pitt, Jay Z, Anne Hath­away, entre out­ros.

Galeria: Famosos

  • Robert De Niro

De acor­do com Mar­tin, ele acred­i­ta­va que muitas fotos feitas pelo mun­do não eram reais, já que muitas delas tin­ham edições e até mes­mo atu­ação por parte dos mod­e­los, logo, seu propósi­to no prin­ci­pal pro­je­to, o Close-up, era mostrar o que havia de mais real em cada pes­soa fotografa­da, por isso em suas fotografias não havia trata­men­to, atu­ação ou algum tipo de brin­cadeira por parte das pes­soas fotografadas.

Exposição

Acom­pan­he-o no Insta­gram: https://www.instagram.com/martinschoeller/ ou em seu próprio site: https://martinschoeller.com/