Decoração de apartamento pequeno — Pense grande

DECORAÇÃO DE APARTAMENTO PEQUENO! TRUQUES E ARTE TRANSFORMAM SEU ESPAÇO; PORQUE VOCÊ É DO TAMANHO DOS SEUS SONHOS

POR RICARDO ROCA

os últi­mos anos, no mun­do todo, por motivos difer­entes, vem crescen­do a deman­da por imóveis mais com­pactos e, assim, saber inve­stir na dec­o­ração de aparta­men­to pequeno pas­sou a ser fun­da­men­tal. A tendên­cia não é exata­mente nova, como mostra esse vídeo de três anos atrás sobre a prefer­ên­cia por aparta­men­tos pequenos, mas se

inten­si­fi­cou muito (você vai se sur­preen­der!) de algum tem­po pra cá, com os espaços dimin­uin­do cada vez mais; con­heça os menores aparta­men­tos do mun­do. Matéria do por­tal Globo.com apon­ta o cresci­men­to dessa fatia de mer­ca­do, com os aparta­men­tos com­pactos alcançan­do metade dos lança­men­tos do mer­ca­do imo­bil­iário de São Paulo.

revista-dell-ambiente-decoração-de-apartamento-pequeno-pense-grande

As mudanças demográ­fi­cas, com o aumen­to do número de pes­soas que moram soz­in­has; urbanas, com a questão da mobil­i­dade toman­do um tem­po cada vez maior das pes­soas em seus deslo­ca­men­tos casa-tra­bal­ho-casa; e tec­nológ­i­cas, com o aces­so à infor­mação em tem­po real, os dis­pos­i­tivos móveis e aplica­tivos de comu­ni­cação aprox­i­man­do as pes­soas, con­tribuem para esse per­fil de mora­dia. Mes­mo soz­in­ho, ninguém está con­de­na­do à solidão, já que tem, por exem­p­lo, os ami­gos “na pal­ma da mão”.

São muitos os aspec­tos que com­põem a vida em

um imóv­el com dimen­sões peque­nas e que depen­dem de plane­ja­men­to para um per­feito (ou um razoáv­el, que seja) fun­ciona­men­to: armazena­men­to de ali­men­tos, pro­du­tos de limpeza, higiene pes­soal; preparo da comi­da, real­iza­ção das refeições, descarte do lixo; dec­o­ração, fun­ciona­men­to de som, com­puta­dor, tele­visão, sinal de inter­net; orga­ni­za­ção dos espaços para guardar as roupas pes­soais, de cama e de ban­ho, livros, doc­u­men­tos e obje­tos pes­soais; cir­cu­lação das pes­soas, dis­tribuição dos espaços, pri­vaci­dade… e mais uma infinidade de detal­h­es para cuidar.

revista-dell-ambiente-decoração-de-apartamento-pequeno-pense-grande

Assim, algu­mas questões se colo­cam: como resolver todas as deman­das da vida mod­er­na com espaços cada vez menores? Como deve ser a dec­o­ração de um aparta­men­to pequeno?

Truques de decoração

Num primeiro olhar, pode pare­cer que não é pos­sív­el, mas a dec­o­ração de aparta­men­to pequeno, quan­do bem plane­ja­da e exe­cu­ta­da, con­segue con­cil­iar fun­cional­i­dade e qual­i­dade estéti­ca. Para tan­to, lev­an­ta­mos alguns truques bem inter­es­santes para te inspi­rar.

Uma das estraté­gias mais uti­lizadas é a uti­liza­ção de móveis feitos sob medi­da. Mes­mo que pareça cara e demande um inves­ti­men­to

maior em um primeiro momen­to, há que se con­sid­er­ar que ess­es móveis vão durar bons anos e ofer­e­cer o con­for­to e a prati­ci­dade que você merece. Embu­ti­dos, dis­farça­dos até, per­mitem “escon­der” a cama ou a mesa de jan­tar, por exem­p­lo; exata­mente como mostram alguns dos vídeos que indicamos no começo desse tex­to.

revista-dell-ambiente-decoração-de-apartamento-pequeno-pense-grande

Out­ras duas escol­has bas­tante sim­ples, mas com bom resul­ta­do na dec­o­ração de aparta­men­tos pequenos são os espel­hos na parede, que ger­am o efeito de “duplicar” a pro­fun­di­dade do ambi­ente, e as cores claras, que trans­mitem uma sen­sação de ampli­tude; é comum que sejam uti­lizadas em pare­des e nos móveis maiores, como os armários, por exem­p­lo. A saca­da aqui é mesclar esse pre­domínio do bran­co e/ou das cores claras com cores mais

fortes em almo­fadas e obje­tos menores, geran­do um con­traste inter­es­sante.

Na dec­o­ração de aparta­men­to pequeno, cada cen­tímetro pre­cisa ser aproveita­do, o que nos leva às camas belich­es, às prateleiras e nichos no Box do ban­heiro e às prateleiras altas e gan­chos nas pare­des da coz­in­ha. O con­ceito por trás dessas pro­postas é o de uti­liza­ção ver­ti­cal de espaços que nor­mal­mente não são aproveita­dos.

revista-dell-ambiente-ponte-decoração-de-apartamento-pequeno-pense-grande

No caso de um pro­je­to mais sofisti­ca­do, o que, obvi­a­mente, pres­supõe um orça­men­to um tan­to maior, um con­ceito que tem sido uti­liza­do é o de pare­des móveis.

Com um mod­er­no sis­tema de “pare­des de cor­rer”, fun­cionam “escon­den­do” ou isolan­do espaços e cômo­d­os de acor­do com a con­veniên­cia dos moradores.

Tam­bém quan­do se tra­ta da dec­o­ração de aparta­men­to pequeno, é impos­sív­el deixar de falar dos móveis multi­u­sos, como racks que servem como assen­to; sofás e poltronas que viram cama; escadas e/ou camas com gave­tas; estantes que servem como divi­sor de ambi­entes e cri­a­dos-mudos ‘inteligentes’, que se trans­for­mam em peças de apoio ou até mes­mo em mesa de jan­tar.

No arse­nal de peque­nas soluções que aux­il­iam no aproveita­men­to do espaço tam­bém con­stam o fogão cook­top, que tem

o taman­ho de uma ban­de­ja e a TV giratória que aju­da na prati­ci­dade, per­mitin­do que você não per­ca nada do que estiv­er assistin­do de difer­entes pon­tos da casa.

Por­tas de cor­rer, mesas e gave­tas dobráveis, que você pode encaixar em pequenos vãos quan­do não estiverem sendo uti­lizadas, armários em lin­ha reta e sem pux­adores aparentes, uti­liza­ção de clarabóias ou janelas com a entra­da de luz nat­ur­al, são muitas as pos­si­bil­i­dades para a ‘ampli­ação’ do seu espaço.

revista-dell-ambiente-decoração-de-apartamento-pequeno-pense-grande

Imaginação sem limites

Para além dos truques ensi­na­dos por dec­o­radores e arquite­tos, há out­ro aspec­to de que gos­to muito, a imag­i­nação. Nesse sen­ti­do, a arte, na for­ma de lit­er­atu­ra, músi­ca, cin­e­ma, pin­tu­ra e muitas out­ras lin­gua­gens, é nos­sa maior ali­a­da.

Se você lê Cem Anos de Solidão, de Gabriel Gar­cía Márquez, via­ja para a Colôm­bia do sécu­lo XIX; Dom Quixote de la Man­cha, de Miguel de Cer­vantes nos guia por difer­entes regiões da Espan­ha; assistin­do ao O Poderoso Chefão, de Fran­cis Ford Cop­po­la, con­hece­mos um pouco da máfia e tran­si­ta­mos entre a vida nos EUA e na Itália; com 2001 – Uma Odis­seia no Espaço, de Stan­ley Kubrik, nos­so des­ti­no se mod­i­fi­ca entre o pas­sa­do e futuro, entre o céu e a Ter­ra. Bea­t­les

nos leva para onde quis­er­mos e Bob Mar­ley nos trans­porta para uma ilha do Caribe. É pos­sív­el pro­je­tar quadros famosos na tele­visão, pesquis­ar, con­ver­sar a respeito, ten­tar enten­der mel­hor cada obra e artista, e por aí vamos…

Dá pra com­par­til­har a ‘brin­cadeira’ com os ami­gos, quem sabe preparar uma noite temáti­ca, com comi­das e bebidas típi­cas do ambi­ente retrata­do no livro ou no filme, nas músi­cas ou ima­gens. Nes­sa hora, me lem­bro de uma frase de Fer­reira Gullar, “A arte existe porque a vida não bas­ta”. Cabe lem­brar, já que nes­sa edição esta­mos falan­do de espaço, que hoje em dia, um pen dri­ve armazena mil­hares de músi­cas, cen­te­nas de filmes e mil­hões de ima­gens, assim como um e-read­er car­rega mil­hares de livros.

revista-dell-ambiente-decoração-de-apartamento-pequeno-pense-grande

Sem sair de casa, ampli­amos nos­so espaço, nos­sa com­preen­são de mun­do, faze­mos planos para a vida, podemos nos inspi­rar até mes­mo para mudanças na dec­o­ração. E não é pra isso mes­mo que a gente tra­bal­ha e vive?

Inter­rompo ago­ra porque Nina Simone está me con­vi­dan­do para uma viagem pelo Mis­sis­sipi!

Até o próx­i­mo mês.