Balcony TV é a junção das melhores coisas do mundo: música e paisagem.

REAPROVEITAR ESPAÇOS E OBJETOS NÃO É MAIS UMA NOVIDADE PARA NINGUÉM, MAS A PROPOSTA DA BALCONY TV MUDOU A HISTÓRIA DE MUITAS BANDAS E DE MUITOS LUGARES AO REDOR DO MUNDO.

POR NATHÁLIA FAGOTTI

revista-dell-ambiente-balcony-tv

 Bal­cony TV começou com três ami­gos Irlan­deses que moravam jun­tos em Dublin. Cer­to dia, os ami­gos estavam em casa con­ver­san­do sobre assun­tos do dia a dia e se der­am con­ta de que a varan­da da casa era um espaço muito valioso, mas que não esta­va sendo usa­do. Para refle­tirem sobre o que pode­ri­am faz­er de cria­ti­vo com o espaço, os ami­gos obser­varam algo muito

úni­co no local, a lin­da pais­agem que per­me­a­va o queri­do espaço.

Feito isso, os três ami­gos tiver­am o insight de gravar vídeos tocan­do e can­tan­do músi­cas para serem posta­dos no Youtube, e foi a par­tir daí que eles começaram a chamar ban­das e artis­tas pequenos para tocarem na varan­da.

Como tudo começou

Com o pas­sar do tem­po, o trio foi se empol­gan­do cada vez mais com a incrív­el ideia para a músi­ca na varan­da e der­am um nome um tan­to quan­to sug­es­ti­vo para o mais novo canal do Youtube, o Bal­cony TV. A área era peque­na e nada glam­orosa, mas a pais­agem da cidade que per­me­a­va o ter­ritório era um tan­to quan­do inter­es­sante, pois era con­sti­tuí­do de for­ma bem urbana e típi­ca de Dublin, com pré­dios, ruas e car­ros pas­san­do por lá. Nos primeiros vídeos posta­dos no Canal, é pos­sív­el ouvir até mes­mo

alguns ruí­dos exter­nos que com­põem o vídeo, como por exem­p­lo, o som de ven­tos, dos dedos bru­tos tocan­do os instru­men­tos e até mes­mo buz­i­nas!

Tudo isso é resul­ta­do de um baixís­si­mo orça­men­to que era investi­do nos primeiros vídeos, porque o obje­ti­vo do trio era faz­er os vídeos bons, com os equipa­men­tos necessários e pos­síveis para a gravação, já que o que era feito não exi­gia uma super­pro­dução e nem um inves­ti­men­to gigan­tesco.

E depois?

A Bal­cony TV começou a postar vídeos com grande fre­quên­cia, prati­ca­mente 1 por dia durante 1 ano! A par­tir daí, o canal começou a gan­har grande reper­cussão com a divul­gação dos próprios artis­tas que iam lá e a

recomen­dação de ami­gos para ami­gos, o que fez com que muitos out­ros artis­tas e ban­das inde­pen­dentes fos­sem gravar os vídeos na varan­da.

Com a grande expan­são do canal, o trio resolveu ir mais além. Já que a pro­pos­ta do canal era faz­er músi­ca com vista, porque não con­tin­uar a pro­pos­ta, mas expandin­do para out­ros lugares do mun­do?! E foi aí que o canal pas­sou a ter um recon­hec­i­men­to muito maior, quan­do eles resolver­am con­tin­uar gra­van­do os vídeos em

vários lugares do mun­do, alguns até são pon­tos bem con­heci­dos.

Para isso, a Bal­cony TV pas­sou a exi­s­tir em vários lugares do mun­do, indo de Itália a Los Ange­les, França a São Paulo, enfim, a Bal­cony TV se inter­na­cional­i­zou com a mes­ma mis­são: músi­ca boa com vista boa.

Os cenários que per­me­iam os vídeos da Bal­conyTV são sem­pre vis­tas bem car­ac­terís­ti­cas da cidade em questão ou até mes­mo pon­tos turís­ti­cos bem con­heci­dos para quem é via­jante, e geral­mente os artis­tas procu­ram por cenários mais cal­mos e com uma acús­ti­ca boa pra faz­er bas­tante barul­ho e mostrar pra que vier­am!

Ao clicar no vídeo, o tele­spec­ta­dor se depara com um hor­i­zonte grande e muito boni­to da cidade, onde jun­to com a músi­ca, pes­soas, sotaque, instru­men­tos e claro, o belís­si­mo panora­ma do ambi­ente, faz com que o obser­vador ten­ha a sen­sação de estar no local, sentin­do a vibe mes­mo!

E hoje?

Hoje, é pos­sív­el ver que muitos artis­tas famosos já pas­saram por lá, como por exem­p­lo o can­tor Ed Sher­an, a ban­da Mum­ford and Sons, The Script e Jessie J.

A Bal­cony TV se man­tém ati­va por toda parte do mun­do. Há diver­sas pági­nas no Face­book que reme­tem ao seu local de origem, e nós, brasileiros, não perderíamos a opor­tu­nidade de nos incluirmos em algo tão diver­si­fi­ca­do que tem uma cono­tação de algo de que gosta­mos muito,

a val­oriza­ção da cul­tura e de artis­tas inde­pen­dentes.

Você pode con­ferir os vídeos pela pági­na do Face­book ou no próprio site, já que os vídeos são posta­dos no próprio canal da Bal­cony TV, mas com menção à cidade de origem.